Caso Henry

Rio de Janeiro Caso Henry: Advogado deixa a defesa do vereador Dr. Jairinho

Caso Henry: Advogado deixa a defesa do vereador Dr. Jairinho

André França foi acusado de coação de testemunha e obstrução de Justiça ao defender suspeitos pela morte do menino 

O advogado de Dr. Jairinho, André França, confirmou ter deixado a defesa do vereador investigado pela morte do menino Henry Borel na noite desta quarta-feira (14). 

André França Barreto deixa a defesa de Dr. Jairinho

André França Barreto deixa a defesa de Dr. Jairinho

Reprodução/Record TV

No comunicado, França afirmou que a decisão foi motivada a fim de "evitar conflitos de interesses", após Monique Medeiros, mãe de Henry e  namorada de Dr. Jairinho, trocar de advogado na última segunda (12).

André França trabalhou para o casal desde o início da apuração do caso. Segundo ele, não havia impedimento para defesa conjunta porque os clientes sempre afirmaram ser inocentes.

A mãe e o padrasto de Henry foram presos temporariamente, no último dia 8, por atrapalhar as investigações da morte da criança. Eles são suspeitos de homicídio duplamente qualificado. 

No início da semana, a Polícia Civil enviou uma representação ao Ministério Público e a OAB-RJ contra o advogado por obstrução de Justiça e coação de testemunhas.

A babá de Henry, Thayná de Oliveira, afirmou, no segundo depoimento à polícia, não ter contado sobre as agressões de Dr. Jairinho contra o enteado por ter se sentindo intimidada pela mãe do menino. Ela declarou que, em uma reunião no escritório de França, foi orientada sobre o que teria de dizer aos investigadores.

A revelação veio à tona após a Polícia Civil encontrar no celular de Monique Medeiros uma troca de mensagens com a babá. Na conversa, um mês antes da morte de Henry, a funcionária alertou à mãe sobre uma "rotina de violência" contra a criança, segundo a polícia. 

Até o momento, Monique e Dr. Jairinho afirmavam que o menino havia sido vítima de um acidente doméstico, o que foi  descartado pela investigação em razão das múltiplas lesões no corpo de Henry. 

A nova defesa de Monique Medeiros informou ter pedido à polícia para que a mãe de Henry seja ouvida novamente. Os advogados afirmaram que ela falará a partir de agora de forma isenta, sem opressão e medo. 

Últimas