Morte de Marielle Franco
Rio de Janeiro Caso Marielle: Polícia Civil faz nova perícia quase um ano após crime

Caso Marielle: Polícia Civil faz nova perícia quase um ano após crime

Agentes estiveram, nesta terça (26), no último local por onde a parlamentar passou horas antes de ser executada a tiros na região central do Rio

Marielle

Agentes interditaram via para remontar cena

Agentes interditaram via para remontar cena

Paulo Rubert/ Record TV Rio

Quase um ano após a morte da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, a Polícia Civil voltou, nesta terça-feira (26), ao último local por onde a parlamentar passou, horas antes de ser assassinada, para uma perícia complementar.

Marielle: Anistia Internacional questiona demora em desfecho

O inquérito que apura o crime continua sob sigilo e nenhum detalhe sobre a nova perícia foi confirmado oficialmente pela polícia. Um representante do MP-RJ (Ministério Público do Rio de Janeiro) também acompanhou os trabalhos. 

Agentes interditaram o trânsito perto de um casarão na Lapa, região central do Rio de Janeiro, onde Marielle participou de um evento, no dia 14 de março, e usaram veículos com características semelhantes aos usados pelas vítimas e suspeitos para remontar a cena. 

De acordo com as investigações, os envolvidos no assassinato de Marielle e Anderson seguiram o carro da parlamentar desde a saída do evento, na Lapa, até o local da execução, no Estácio. 

Na semana passada, a Polícia Federal cumpriu oito mandados de busca e apreensão no inquérito que apura uma possível tentativa de atrapalhar as apurações relacionadas aos homicídios.