Cidade Alerta RJ Caso Marielle: suspeitos descartam delação premiada 

Caso Marielle: suspeitos descartam delação premiada 

No segundo dia da operação Lume, que investiga o caso da vereadora Marielle Franco, a polícia esteve em 16 endereços de pessoas ligadas ao policial militar reformado Ronnie Lessa. Ele é acusado de ter atirado contra a vereadora e o seu motorista, Anderson Gomes. Documentos foram apreendidos e seis pessoas compareceram à delegacia para prestar esclarecimentos.