Rio de Janeiro Cidade do Rio tem aumento de casos de gripe por influenza A

Cidade do Rio tem aumento de casos de gripe por influenza A

Prefeitura afirma que o número de relatos de gripe cresceu na última semana. Cerca de 3% dos casos testados eram de Covid-19

  • Rio de Janeiro | Rafaela Oliveira, do R7*

Vacinação contra gripe está em 55% para grupos prioritários

Vacinação contra gripe está em 55% para grupos prioritários

Reprodução/Agência Brasil

A Prefeitura do Rio informou, nesta terça-feira (23), que há um aumento no número de relatos de síndrome gripal nas unidades hospitalares. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, na última semana, a quantidade de resultados positivos para a influenza A cresceu nas amostras coletadas. 

De acordo com a investigação da Superintendência de Vigilância em Saúde da capital fluminense, que ainda está em curso, cerca de 3% dos casos testados eram de Covid-19. A contenção de ambos os vírus acontece de maneira semelhante: com distanciamento social, uso de máscara e higiene das mãos com álcool 70% ou, quando possível, água e sabão.

A cobertura vacinal dos grupos prioritários (idosos, gestantes e puérperas, crianças de 6 meses a 5 anos e trabalhadores da saúde) contra a influenza A está em 55,7%.

A Prefeitura do Rio informou que a vacina da gripe está disponível para toda a população nas unidades de atenção primária, como clínicas da família e centros municipais de saúde, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Está sendo ofertada à população em geral a partir de 6 meses de idade, até o fim do estoque.

O aumento da gripe acontece ao mesmo tempo em que a cidade do Rio de Janeiro apresenta melhora nos índices do novo coronavírus. No último sábado (20), não houve óbitos por Covid-19 no município pela primeira vez desde o início da pandemia.

*Estagiária do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas