Rio de Janeiro Circulação dos trens no ramal Japeri é suspensa nesta segunda (30)

Circulação dos trens no ramal Japeri é suspensa nesta segunda (30)

SuperVia atribui paralisação a roubo de materiais de sinalização; serviço já havia sofrido interrupções nesta manhã

  • Rio de Janeiro | Victor Tozo, do R7*

Circulação de trens foi suspensa nesta tarde

Circulação de trens foi suspensa nesta tarde

Reprodução/Record TV Rio

A circulação de trens do ramal Japeri e da extensão Paracambi foi suspensa por cerca de três horas nesta segunda-feira (30), após o furto de materiais de sinalização em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, segundo a SuperVia.

De acordo com a concessionária, a paralisação teve início às 16h15. A operação foi retomada gradativamente às 19h06.

A ação dos criminosos teria dificultado a sinalização das composições, que teve de ser realizada através de rádio por um trecho de 11 estações, entre Anchieta e Engenheiro Pedreira.

Segundo a empresa, a interrupção do serviço foi necessária para que os intervalos aumentados não fizessem com que os trens atingissem lotação acima da permitida. 

A SuperVia informou que os criminosos levaram seis relés, peças responsáveis pelo fechamento e a abertura automática dos sinais. O prejuízo estimado é de R$ 180 mil.

Na manhã desta segunda, o serviço já havia sofrido alteração nos ramais Belford Roxo, Japeri, Saracuruna e Santa Cruz, com intervalos chegando a uma hora. O motivo teria sido o furto de cabos de sinalização, segundo a concessionária.

Em nota, a SuperVia lamentou os transtornos causados aos usuários do transporte e relatou que, no primeiro semestre de 2021, foram registradas 364 ocorrências de furtos de cabos de energia e sinalização do sistema ferroviário, com gasto de mais de R$ 1 milhão empreendido para reposição do material roubado.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas