Rio de Janeiro Com novas restrições, fiscalização interdita estabelecimentos no Rio

Com novas restrições, fiscalização interdita estabelecimentos no Rio

Prefeitura também multou 17 locais por infrações, como o não uso de máscara e aglomerações na noite de sexta (12)

Cinquenta e oito estabelecimentos foram interditados e 17 multas aplicadas por descumprimento às restrições impostas para conter a pandemia durante uma fiscalização da Prefeitura do Rio na noite desta sexta-feira (12).

Agentes reprimiram aglomerações no Rio

Agentes reprimiram aglomerações no Rio

Divulgação/Prefeitura do Rio

Entre as infrações registradas estão a não utilização de máscaras e aglomerações, além de irregularidades relacionadas a trânsito, reboques, encerramento de feiras e apreensões de mercadorias de ambulantes.

As fiscalizações ocorreram com comboios em diversos pontos da zona sul, Barra da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes, Taquara, Freguesia, Vila Valqueire, praia da Macumba, praia da Reserva, na zona oeste, além de outros pontos do município.

A força-tarefa atuou em locais que apresentavam altos índices de aglomeração e também registros de denúncias por meio da Central 1746, segundo a prefeitura.

As novas medidas restritivas começaram a valer no primeiro minuto de sexta (12). Até o dia 22 de março, comércio, serviços e funcionalismo público passam a ter horários escalonados de funcionamento.

Quiosques e ambulantes podem voltar a atuar nas praias até as 17h. Bares, lanchonetes e restaurantes funcionam até as 21h com atendimento presencial. Após esse horário estão liberados a atuar apenas em sistema de entrega a domicílio, drive thru e entrega rápida com retirada do produto na loja.

Últimas