Rio de Janeiro Com sinal de embriaguez, mulher é presa após fugir da Lei Seca, no Rio

Com sinal de embriaguez, mulher é presa após fugir da Lei Seca, no Rio

Motorista chegou a atingir policial militar ao dar ré em veículo. Ela já tinha passagens por lesão corporal e ameaça

  • Rio de Janeiro | Rafaela Oliveira, do R7*

Mulher foge de blitz da Lei Seca, é cercada pela PM após atingir policial e é presa

Mulher foge de blitz da Lei Seca, é cercada pela PM após atingir policial e é presa

Reprodução/ Operação Lei Seca

A Polícia Militar prendeu uma mulher com sinais de embriaguez na madrugada desta quarta-feira (13). Ela tentou fugir de uma blitz da Lei Seca na Freguesia, em Jacarepaguá, zona oeste do Rio de Janeiro.

De acordo com a PM, um agente chegou a ser jogado no chão com o arranque do veículo de ré. Policiais do Batalhão de Choque e do 18º BPM (Jacrepaguá) fizeram um cerco para capturá-la nos entornos da estrada dos Três Rios. 

Segundo as informações, a mulher já tinha anotações criminais por lesão corporal, injúria, ameaça e dano. O caso foi encaminhado para a 41ª DP (Tanque). 

A Polícia Civil informou ao R7 que a motorista pagou fiança e foi liberada.

A Lei Seca no Brasil

Em junho, a Lei Seca completa 14 anos no Brasil. Em dezembro de 2012, a lei 12.760 alterou novamente o Código de Trânsito Brasileiro para instituir a tolerância zero ao álcool e reforçou os instrumentos de fiscalização do cumprimento da Lei Seca: provas testemunhais, vídeos e fotografias passaram a ser aceitos como provas de que um motorista dirige sob efeito de álcool.

Câmara do Rio aprova projeto de lei que impede monetização de vídeos feitos por vereadores

Quem dirige embriagado pode ser multado em R$ 2.934,70, e o valor dobra se o motorista é flagrado novamente dentro de um ano. O condutor terá seu direito de dirigir suspenso por 12 meses, além de ter o veículo recolhido caso não se apresente condutor habilitado e em condições de dirigir.

*Estagiária do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas