Rio de Janeiro Começa a valer bloqueio de parte de bairro da zona oeste do Rio

Começa a valer bloqueio de parte de bairro da zona oeste do Rio

Calçadão de Campo Grande foi cercado com grades e permanecerá vigiado e fechado, 24h por dia, por uma semana. Só funcionários essenciais passam

Começa bloqueio parcial do calçadão de Campo Grande

Começa bloqueio parcial do calçadão de Campo Grande

Divulgação/Prefeitura do Rio

Começou na manhã desta quinta-feira (7) o lockdown (bloqueio total) de parte de bairros da zona oeste do Rio de Janeiro. A decisão de paralisar as atividades totalmente na área saiu ontem e foi anunciada pelo prefeito Marcelo Crivella.

O principal alvo da prefeitura da cidade, que classificou a medida como um "lockdown parcial", é o calçadão de Campo Grande, que concentra o comércio local e registrava constantemente grandes aglomerações.

Segundo Crivella, após insistir na conscientização das pessoas, sem o efeito desejado na área, determinou à SMOP (Secretaria Municipal de Ordem Pública) colocar grades nos cinco acessos do calçadão de Campo Grande, onde fica o centro comercial local.

Inicialmente, o local ficará cercado com grades e vigiado por guardas municipais, 24h por dia, e por uma semana. Somente funcionários essenciais, como quem trabalha em farmácias, bancos e supermercados, terão autorização para entrar.

Hoje, a prefeitura informou que a proibição de circulação no calçadão de Campo Grande poderá se estender, assim como poderá haver bloqueios em outros bairros da zona oeste, como Santa Cruz e Bangu. Todos esses bairros registraram grandes quantidades de aglomerações nos últimos dias.

Últimas