Rio de Janeiro Corpos de dois militares são encontrados carbonizados no RJ

Corpos de dois militares são encontrados carbonizados no RJ

Um soldado do Exército foi identificado pela arcada dentária e outro ainda depende de resultado de exame de DNA, segundo a polícia

Traficantes são suspeitos de matar militares do Exército

Traficantes são suspeitos de matar militares do Exército

Reprodução

Os corpos de dois soldados do Exército foram encontrados carbonizados em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio, na última segunda-feira (13). 

Os militares foram identificadas como Victor Hugo Pedrosa Xavier e Daniel Ferreira de Azevedo, segundo informações do Portal dos Procurados.

As vítimas eram lotadas no 21º Grupo de Artilharia em Campanha e na Fortaleza de Santa Cruz da Barra, no bairro Jurujuba, em Niterói.

De acordo com as investigações, os jovens foram para um bar no bairro Raul Veiga, após assistirem ao primeiro jogo da final do Campeonato Carioca, no último domingo (12).

No local, eles teriam se envolvido com duas garotas e acabaram sendo capturados por traficantes.  

Um morador da região relatou ter visto, por volta das 3h, o carro, onde estavam as vítimas, ser abandonado. Um corpo estava no porta-malas e outro no banco traseiro.

A DHNSI (Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí) busca por imagens de câmeras de seguranças para identificar os autores do crime.

Segundo a Polícia Civil, Daniel Ferreira de Azevedo foi identificado a partir de análise da arcada dentária. Já o segundo corpo ainda depende de resultado de exame de DNA.

Com a morte dos militares, sobe para 35 o número de agentes de Segurança Pública assassinados no Estado em 2020.

Em nota, o CML (Comando Militar do Leste) disse estar "prestando todo apoio às investigações policiais e aos familiares das vítimas neste momento de extrema dor".

*Estagiária do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas