Rio de Janeiro Covid-19: 470 mil pessoas não completaram vacinação no Rio

Covid-19: 470 mil pessoas não completaram vacinação no Rio

Postos de saúde vão funcionar no feriado e na sexta-feira, das 8h às 17h, para testagem e imunização

  • Rio de Janeiro | Da Agência Brasil

Na cidade do Rio de Janeiro, cerca de 470 mil pessoas tomaram a primeira dose da vacina e não retornaram aos postos para completar o esquema básico contra a Covid-19. São 140,6 mil entre 12 e 19 anos, 132,4 mil na faixa de 20 a 29, 100,2 mil de 30 a 39 anos, 32,2 mil de 40 a 49 anos, 26,6 mil na faixa de 50 a 59 anos e 23,8 entre 60 e 64 anos. A população de 65 a 69 anos está com o esquema básico 100% completo. Acima de 70 anos, são cerca de 38 mil pessoas sem completar as duas doses.

470 mil pessoas não completaram vacinação no Rio

470 mil pessoas não completaram vacinação no Rio

Fernando Frazão/Agência Brasil

Apesar de esta quinta-feira (20) ser feriado municipal no Rio de Janeiro, pelo Dia de São Sebastião, padroeiro da cidade, e a prefeitura ter decretado ponto facultativo na sexta-feira, os centros municipais de saúde, clínicas da família e centros de testagem vão funcionar nos dois dias, das 8h às 17h, “exclusivamente para ações de combate à Covid-19, atendimento/testagem e/ou vacinação contra a doença”, informou a SMS.

Casos

Até o momento, a cidade registrou em 2022 quase um terço do número de casos reportados em todo o ano passado. Os dados atualizados no fim da manhã desta quarta-feira (19) pelos painéis da prefeitura mostram que são 90.571 casos de Covid-19 neste ano na cidade, o que equivale a 31,5% do total registrado em 2021. Desse total de 2022, 4.479 casos foram em crianças até 9 anos e 6.602 em jovens de 10 a 19 anos.

Foram registrados 423 casos graves e 44 óbitos nestes primeiros dias do ano. Porém, o número de internações por causa da Covid-19 na rede municipal está aumentando. Se em dezembro houve dias em que menos de 20 pessoas estavam internadas, hoje são 761 pacientes hospitalizados na cidade.

Dose de reforço

A dose de reforço já foi aplicada em 2,1 milhões de pessoas. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a prefeitura tem feito diversas ações para incentivar as pessoas a completar a proteção contra a Covid-19.

“Os pontos de vacinação estão abastecidos com vacina para segunda dose e dose de reforço, e a Secretaria Municipal de Saúde vem fazendo ações constantes para divulgar e orientar as pessoas a irem aos postos se vacinar, tanto para a proteção individual quanto coletiva da população”, informou a pasta.

Não vacinados

No fim da manhã de hoje, os painéis da SMS mostravam que 19.196 pessoas nas faixas já contempladas pela vacinação contra a Covid-19 no ano passado não compareceram aos postos para receber a primeira dose.

Pela estimativa populacional da prefeitura, 5.591 adolescentes de 12 a 19 anos não tomaram nem a primeira dose, o que equivale a 1% da faixa etária. De 70 a 74 anos são 6.493 sem imunização alguma, ou 3% do total. Na faixa de 80 anos ou mais são 7.112, ou 3% da estimativa populacional para a faixa etária. De 75 a 79 anos e em todas as faixas entre 20 e 69 anos, 100% da população tomou pelo menos a primeira dose.

Os dados mostram o aumento da procura pela imunização contra a Covid-19, já que no início de dezembro eram 41 mil pessoas sem vacina na cidade e no dia 3 de janeiro o número havia caído para 31,5 mil.

Últimas