Novo Coronavírus

Rio de Janeiro Covid-19: após testar merendeiras, Rio vai reabrir refeitórios de escolas

Covid-19: após testar merendeiras, Rio vai reabrir refeitórios de escolas

De acordo com o prefeito Marcelo Crivella, 228 funcionárias vão atuar em 168 unidades de comunidades carentes do município

  • Rio de Janeiro | Vinícius Andrade, do R7*

Crivella disse
 que vai manter a distribuição de cesta básica

Crivella disse que vai manter a distribuição de cesta básica

Reprodução Site/SME

A Prefeitura do Rio anunciou na noite desta segunda-feira (27) a volta ao trabalho de 228 merendeiras de escolas municipais - o que representa 7% do número de funcionárias -  após testagem para detecção do novo coronavírus.

De acordo com prefeitura, 3.188 colaboradores foram submetidos a exames, entre eles estão 1.858 merendeiras e 989 manipuladores de alimentos.

 O prefeito Marcelo Crivella afirmou que a alimentação dos alunos das escolas municipais será servida em escalas de segunda a sábado, respeitando as medidas de higiene determinadas pela Vigilância Sanitária.

“Nós precisamos voltar com os nossos refeitórios e essas mais de 200 merendeiras, que foram testadas e estão imunizadas, vão ser distribuídas pelas 168 escolas que a gente tem nas comunidades mais carentes, que já abriam aos finais de semana. Nós tínhamos o Sábado Carioca. Cerca de 20 mil crianças vinham tomar café e fazer reforço escolar, além de almoçar. Eram as crianças que mais precisavam da merenda na escola. Agora, com a situação econômica mais agravada é bem possível que esse número aumente", disse Crivella.

Crivella disse ainda que vai manter a distribuição de cestas básicas às famílias dos alunos devido à crise provocada pelo novo coronavírus. Até o momento, cerca de 300 mil já foram entregues.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas