Coronavírus

Rio de Janeiro Covid-19: Rio registra menor número de internações desde abril de 2020

Covid-19: Rio registra menor número de internações desde abril de 2020

Com metade da população maior de 18 anos com 1ª dose, Eduardo Paes diz que esta semana pode ter sido a mais importante 

Rio mantém restrições; vacinação atinge 50% da população

Rio mantém restrições; vacinação atinge 50% da população

Reprodução/Prefeitura do Rio

A Prefeitura do Rio registrou o menor número de internados com covid-19 nesta quinta-feira (8), com 629 pacientes. O número é o menor desde abril do ano passado. Além disso, a cidade está na sétima semana de queda de casos confirmados e na 12ª em queda de óbitos. 

No Boletim Epidemiológio anterior, já havia tido diminuição de internações, de 1.002 internados em 27 de junho para 726 até em 1º de julho.

Para o prefeito Eduardo Paes, esta pode ter sido a semana de imunização mais importante, já que 85% das internações atuais são de pessoas acima dos 40 anos de idade. "A tendência é a gente prosseguir na redução do número de pessoas internadas e hospitalizadas e, principalmente, o nosso objetivo final: reduzir o número de óbitos", afirmou o prefeito durante divulgação do 27º Boletim Epidemiológico

Na coletiva de imprensa, a cidade confirmou que vai continuar com o mix de vacinas para as grávidas e puérperas que tomaram a 1ª dose da Astrazeneca. De acordo com o secretário Municipal de Saúde, Daniel Soranz, a decisão em usar a Pfizer como 2ª dose a este grupo é em decorrência das mortes de grávidas internadas.

Rio abre repescagem para pessoas com deficiência 12 a 17 de julho

Rio abre repescagem para pessoas com deficiência 12 a 17 de julho

Divulgação/Prefeitura do Rio

Até ontem, 84% das pessoas entre 40 e 49 anos já haviam sido vacinadas com 1ª dose. Segundo Soranz, a meta até amanhã (10) é atingir os 90% de imunização dessa faixa estária. Até o momento, 14,8% do grupo está com o esquema vacinal completo (com segunda dose ou dose única).

Na próxima segunda, a vacinação começa com as mulheres de 39 anos. Os grupos prioritários, como gestantes, devem estar atentas às datas específicas (hoje e quarta-feira, 14). Além disso, as pessoas com deficiência física terão repescagem especial ao longo da semana. 

As medidas de restrição contra a covid-19 continuam até o dia 26 de julho.

*Estagiária do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas