Rio de Janeiro Crivella quer entregar hospital de campanha no Riocentro em 15 dias

Crivella quer entregar hospital de campanha no Riocentro em 15 dias

Prefeitura do Rio de Janeiro vai abrir 500 leitos - 400 de enfermaria e 100 de UTI - para receber pacientes com novo coronavírus

  • Rio de Janeiro | Do R7, com Record TV Rio

Prefeitura investiu R$ 8 milhões em hospital

Prefeitura investiu R$ 8 milhões em hospital

Divulgação

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, confirmou nesta quinta-feira (26) que pretende entregar em 10 ou 15 dias o hospital de campanha montado no Riocentro, na zona oeste, para tratar pacientes com o novo coronavírus.

Rio de Janeiro confirma nona morte por novo coronavírus

Em entrevista exclusiva ao Cidade Alerta RJ, o prefeito mostrou que, em dois dias, o espaço já recebeu camas e equipamentos para a abertura de 500 leitos - 400 de enfermaria e mais 100 de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo), além de um centro cirúrgico.

“Aqui vão ter todas as facilidades de um hospital, como oxigênio e tomadas nos quartos. E, para cada leito, vamos ter 2,6 funcionários. Teremos banheiros, área para fazer comida e ar-condicionado em toda a estrutura. Aqui será um grande alívio, caso a gente tenha necessidade", disse Crivella.

Segundo o prefeito, foram investidos cerca R$ 8 milhões na montagem do hospital de campanha, onde trabalham cerca de 60 profissionais durante 24 horas. Para as próximas etapas, estão previstas pintura e higienização do local.

Últimas