Rio de Janeiro Dançarino de funk é morto durante ação da PM em Niterói (RJ)

Dançarino de funk é morto durante ação da PM em Niterói (RJ)

Família de Matheus Bruno dos Santos, de 23 anos, afirma que jovem foi atingido por agentes na comunidade da Otto

  • Rio de Janeiro | Victor Tozo*, do R7, com Record TV Rio

Matheus Bruno morreu após ser baleado na comunidade da Otto, em Niterói

Matheus Bruno morreu após ser baleado na comunidade da Otto, em Niterói

Reprodução/Redes Sociais

Um dançarino de funk foi morto durante uma ação da Polícia Militar na comunidade da Otto, em Niterói, na região metropolitana do Rio, na noite de segunda-feira (19). A família de Matheus Bruno dos Santos Cardoso, de 23 anos, afirma que o jovem foi atingido por agentes e que não havia confronto no local.

A PM declarou que policiais do 12º BPM (Niterói) foram até a av. Professor João Brasil, no Fonseca, após serem informados de que criminosos iriam realizar um roubo na região. Lá, os agentes teriam sido atacados por homens armados, havendo confronto.

Segundo a corporação, após o fim dos disparos, um homem foi encontrado ferido e levado ao Hospital Estadual Azevedo Lima, em Niterói. Na ação, uma pistola e um rádio comunicador foram apreendidos, de acordo com a PM.

Parentes de Matheus dizem, no entanto, que não havia conflito na região e que os policiais chegaram na comunidade atirando. Segundo a família, o jovem não possuía antecedentes criminais e, além de dançar, também atuava em uma websérie.

O corpo de Matheus será sepultado nesta quarta (21), às 17h, no cemitério do Maruí, em Niterói. O velório está previsto para começar às 15h.

O comando do 12º BPM (Niterói), foi aberto um procedimento apuratório para averiguar a conduta dos agentes envolvidos na ocorrência. Além disso, as circunstâncias da ação também são investigadas pela Polícia Civil, através da 76ªDP (Niterói).

*Estagiário do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas