Rio de Janeiro Em votação, STF mantém operações suspensas em favelas no Rio

Em votação, STF mantém operações suspensas em favelas no Rio

Ministros Marco Aurélio Melo, Rosa Weber, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes e Cármen Lúcia votaram a favor de liminar concedida por Fachin

Fachin é favorável a manutenção das operações excepcionais

Fachin é favorável a manutenção das operações excepcionais

Agência Brasil

Os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) decidiram em votação virtual nesta terça-feira (4) manter a proibição de operações policiais em favelas do Rio de Janeiro durante a pandemia do novo coronavírus. 

A liminar concedida, em junho, pelo ministro Edson Fachin , contou com o apoio dos ministros Marco Aurélio Melo, Rosa Weber, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes e Cármen Lúcia. 

No entanto, Fachin ainda é favorável a manutenção das operações "em hipóteses absolutamente excepcionais".

A decisão  foi tomada após uma ação movida pelo PSB, no ano passado, questionar a política de segurança do Estado. Em maio, o partido fez um novo pedido para que o relator decidisse pessoalmente sobre a interrupção das ações policiais durante a pandemia.

Segundo um levantamento da GENI/UFF (Grupo de Estudos dos Novos Ilegalismos da Universidade Federal Fluminense), houve redução de 71,5%, no número de tiroteios com a participação de agentes de segurança.

Além disso, a quantidade de mortos e feridos durante ações policiais também teve queda neste período. Foram 72,5% de mortos e 49,6% de feridos a menos em relação aos anos anteriores.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas