Rio de Janeiro "Estão tentando me matar", disse jovem à namorada antes de ser assassinado na zona sul do Rio

"Estão tentando me matar", disse jovem à namorada antes de ser assassinado na zona sul do Rio

Samuel Maciel, de 20 anos, foi encontrado morto na praia do Leblon; ele teria se envolvido em briga durante festa no Vidigal

Samuel teria sido morto após tentar defender amigo

Samuel teria sido morto após tentar defender amigo

Reprodução/Record TV Rio

O jovem Samuel Maciel, de 20 anos, encontrado morto nesta terça-feira (9) na praia do Leblon, zona sul do Rio de Janeiro, gravou um vídeo antes de ser assassinado. Na mensagem enviada à namorada, ele caminha por um local de mata e diz que estão tentando matá-lo.

"Amor, você sabe que eu te amo muito. Aconteceu um caô aqui na favela do Vidigal. Estão tentando matar eu e o Carlinhos. Eu estou na rua pela mata", falou.

O entregador de comida desapareceu na noite de sábado (6), após ir a uma festa de aniversário com amigos no morro do Vidigal, também na zona sul. De acordo com testemunhas, ele teria se envolvido em uma briga para defender um conhecido. Depois disso, fugiu para a mata.

A irmã de Samuel, Sabrina, contou que o jovem desejava ser cantor de funk: "O sonho dele era crescer, ser MC, ficar famoso como tantos outros. O sonho dele foi destruído", disse.

O corpo do entregador foi encontrado por bombeiros na região das pedras da praia, próximo ao posto 12. O local foi periciado por agentes da DHC (Delegacia de Homicídios da Capital), que investigam o caso e procuram identificar os autores do crime. Familiares do jovem já prestaram depoimento.

*Estagiário do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas