Coronavírus

Rio de Janeiro Ex-secretário Estadual de Saúde do RJ morre vítima de covid-19

Ex-secretário Estadual de Saúde do RJ morre vítima de covid-19

Médico foi quarto na liderança da Secretaria Estadual de Saúde no período da pandemia, de setembro de 2020 a maio de 2021

  • Rio de Janeiro | Inácio Loyola, do R7*

O ex-secretário Estadual de Saúde Carlos Alberto Chaves morreu, nesta sexta-feira (20), vítima de covid-19. O médico foi o quarto a assumir a pasta no período da pandemia de setembro de 2020 a maio de 2021.

Carlos Alberto Chaves morreu, nesta sexta-feira (20)

Carlos Alberto Chaves morreu, nesta sexta-feira (20)

Reprodução/ Record TV Rio

Carlos Chaves foi um dos responsáveis pela elaboração da logística de entrega dos imunizantes contra covid-19 nos 92 municípios do Rio.

Por meio de nota, o Corpo de Bombeiros destacou o trabalho de Chaves e lamentou o falecimento do ex-secretário Estadual de Saúde.

O governador Cláudio Castro também se pronunciou: “Hoje é um dia extremamente triste, não só para familiares e amigos, mas para toda a população do Estado do Rio de Janeiro, que se despede de um dos homens que mais lutou pela chegada e distribuição da vacina”, afirmou o governador.

Nomeação, saída e impeachment de Witzel

Carlos Alberto Chaves de Carvalho foi nomeado para assumir a pasta no dia 25 de setembro de 2020 por Cláudio Castro, que ainda era o governador em exercício do Rio de Janeiro. O médico foi o quarto a liderar a SES (Secretaria Estadual de Saúde) no período da pandemia e entrou no lugar de Alex Bousquet, que pediu demissão do cargo.

No dia 5 de maio de 2021, Carlos Alberto foi substituído pelo atual secretário Estadual de Saúde Alexandre Chieppe.

Wilson Witzel chamou Carlos Alberto de mentiroso nas redes sociais, após depoimento no TEM (Tribunal Especial  Misto) no processo do impeachment. A PGR (Procuradoria Geral da República) pediu explicações à defesa do ex-governador sobre as supostas ameaças.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas