Fiocruz encontra novo coronavírus em 94% do esgoto em Niterói (RJ)

Amostras foram coletadas nas quatro primeiras semanas de junho, em 29 pontos da cidade, e detectou a presença do vírus em quase toda esgoto 

A média de presença do coronavírus em todas as coletas é de 85%

A média de presença do coronavírus em todas as coletas é de 85%

Agência Brasil

Um estudo da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) identificou a presença do novo coronavírus em 94% das amostras de esgoto coletadas em Niterói, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

As amostras foram coletadas nas quatro primeiras semanas de junho, em 29 pontos da cidade.

Leia mais: RJ: hospitais de campanha não tinham prazo de entrega, diz Iabas

Os pontos de coleta incluem quatro estações de tratamento de esgoto, dois pontos de descarte de efluentes hospitalares e redes coletoras. A média de presença do coronavírus em todas as coletas entre 15 de abril e 23 de junho é de 85%. A pesquisa deve ser feita até abril de 2021.

Vacina contra covid-19 pode ser distribuída este ano, diz Astrazeneca

“Desde as análises da primeira rodada de coletas, ainda em abril, já podíamos imaginar que esse projeto evidenciaria a eficácia da metodologia no monitoramento da disseminação do vírus”, disse a chefe do Laboratório de Virologia Comparada e Ambiental da Fiocruz, Marize Pereira Miagostovich.