Forças Armadas prendem sete pessoas em operações no Rio

Dois veículos roubados foram recuperados e munições, drogas e uma arma foram apreendidas em comunidades das zonas norte e sul da capital

Operação Forças Armadas

Quatro mil agentes participaram das operações

Quatro mil agentes participaram das operações

FÁBIO MOTTA/ESTADÃO CONTEÚDO - 11.07.2018

O Comando Conjunto das Forças Armadas divulgou um balanço parcial das ações realizadas nesta quarta-feira (11) desde o início da manhã nas comunidades do Complexo do Lins, na zona norte, e nos morros do Pavão-Pavãozinho, Cantagalo, Babilônia e Chapéu Mangueira, na zona sul da cidade.

De acordo com o porta-voz do CML (Comando Militar do Leste), coronel Carlos Cinelli, sete pessoas foram presas, dois veículos roubados recuperados e três barricadas colocadas pelo crime organizado foram destruídas. Também foram feitas apreensões de munições para fuzil e pistola, uma pistola automática, dois rádios transmissores e drogas, em grande quantidade, ainda não contabilizadas.

Cerca de quatro mil homens das Forças Armadas, com emprego de homens da Marinha, Exército e Aeronáutica e das polícias Civil e Militar participaram da ação. De acordo com a informação do CML, não houve confronto das tropas com criminosos.

— O esquema começou a ser desmobilizado no final da tarde, com início imediato da fase de manutenção, empregando patrulhas motorizadas e pontos de controle das vias de acesso às comunidades — informou Cinnelli.

A autoestrada Grajaú-Jacarepaguá foi fechada por mais de 3 horas para evitar que pessoas inocentes fossem atingidas por balas perdidas. A via expressa tem grande movimento de ônibus e carros e corta a parte alta do Complexo do Lins.

De acordo com o Comando Conjunto, a operação é uma das medidas implementadas pela intervenção federal na segurança do Rio, iniciada em fevereiro deste ano, e envolve ações de cerco, patrulhamento, remoção de barricadas, revistas de pessoas e de veículos e checagem de antecedentes criminais. Mandados judiciais estão sendo cumpridos pela Polícia Civil.

Outra ação

A Polícia Militar fez uma operação nesta quarta no morro do Cavalão, no bairro de Icaraí, em Nitéroi, região metropolitana do Estado, com o objetivo de coibir o tráfico de armas e drogas na comunidade. Na ação, um homem foi preso. Com ele, os militares apreenderam 88 pinos de cocaína, um caderno de anotações da contabilidade da venda de entorpecentes e R$ 54. Com o detido, foram encontradas também 52 trouxinhas de haxixe, 24 trouxinhas de maconha e 243 pedras de crack. A ação já terminou.

Tráfico interestadual

O MP-RJ (Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro) e as policias Civil e Militar também deflagraram a Operação Raposo na manhã desta quarta, com a finalidade de combater o tráfico de drogas interestadual entre o Rio de Janeiro e algumas cidades de Minas Gerais.

Um balanço preliminar divulgado pelo MP-RJ indica que nove suspeitos já tinham sido presos, 20 celulares apreendidos, um tablet, comprovantes de depósito bancário, 80 gramas de maconha, uma quantidade não revelada de cocaína, duas balanças de precisão, além de R$ 9,3 mil em espécie.

    Access log