Novo Coronavírus

Rio de Janeiro Governo do Rio de Janeiro anuncia retorno às aulas para 19 de outubro

Governo do Rio de Janeiro anuncia retorno às aulas para 19 de outubro

Alunos do terceiro ano do ensino médio e da fase 4 do EJA (Educação de Jovens e Adultos) serão os primeiros estudantes a voltar aos colégios

  • Rio de Janeiro | Lucas Ferreira, do R7*

Alunos concluintes serão os únicos a retornar às aulas

Alunos concluintes serão os únicos a retornar às aulas

Reprodução/Agência Brasil

O Governo do Rio de Janeiro anunciou nesta sexta-feira (9) que retornará com as aulas presenciais nos colégios estaduais no próximo dia 19 para alunos do terceiro ano do ensino médio e da fase 4 do EJA (Educação de Jovens e Adultos).

RJ: Polícia Civil prende suspeito de chefiar milícia da Covanca

De acordo com o Governo do Estado, o objetivo do retorno destes alunos às aulas presenciais é a preparação para o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2020, que ocorrerá em janeiro de 2021. Estudantes de outros anos deverão continuar com atividades à distância.

Durante a coletiva de anúncio, o secretário de Educação do Estado, Comte Bittencourt, informou que as prefeituras poderão escolher se as escolas estaduais em seus municípios devem abrir ou não. O chefe da pasta revelou que pelo menos seis cidades já sinalizaram que não pretendem aceitar o retorno das aulas presenciais.

Segundo o Governo do Estado, foram gastos cerca de R$ 9 milhões para a compra de equipamentos de proteção para mais de 1.200 escolas espalhadas pelo RJ. Além de funcionários, alunos também ganharão máscaras.

Os colégios deverão manter distanciamento de 1,5 m entre os alunos nas salas de aula e refeitórios, todos estes ambientes com janelas abertas. Quanto à limpeza, a recomendação do governo é uma higienização diária com água sanitária.

Rio: Chefe da Polícia Civil anuncia chegada de novos helicópteros

Professores e funcionários da rede estadual serão testados em unidades municipais de saúde próximas às escolas e residências dos profissionais. O Governo do RJ informou que mais de 30 mil testes rápidos para o novo coronavírus serão utilizados neste retorno às aulas.

Nas redes sociais, o Governo do Estado destacou que profissionais com mais de 60 anos ou de grupos vulneráveis, como imunodeprimidos, gestantes puérperas não deverão retornar as suas funções.

*Estagiário do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas