Rio de Janeiro Governo do RJ anuncia obra contra deslizamento 10 anos após tragédia

Governo do RJ anuncia obra contra deslizamento 10 anos após tragédia

Sede da administração estadual vai ficar três dias na região serrana para lembrar o desastre provocado pelas chuvas em 2011

  • Rio de Janeiro | Mariene Lino, do R7*, com informações da Agência Brasil

O governador em exercício do Estado do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, anunciou nesta segunda-feira (11) o investimento de cerca de R$ 135 milhões em obras de contenção de encostas na região Serrana.

Cláudio Castro conversou com moradores e representantes

Cláudio Castro conversou com moradores e representantes

Divulgação/Governo do Estado do Rio de Janeiro

A declaração foi feita durante uma reunião com moradores e representantes de associações de moradores de bairros de Teresópolis.

A sede do governo estadual está temporariamente sediada na região por três dias para marcar os dez anos da tragédia provocada pelas chuvas em 2011. Mais de 900 pessoas morreram e cerca de 30 mil moradores ficaram desalojados.

Segundo Cláudio Castro, o objetivo da ação é diminuir o risco de deslizamentos de terra e garantir a segurança dos moradores da região Serrana.

"Estamos prevenindo novos desastres e garantindo a segurança dos moradores da Serra com obras em locais onde há risco de desmoronamento. Outras intervenções serão reforçadas por meio do Plano de Contingência para as Chuvas de Verão, que atenderá todo o estado com ações integradas das secretarias estaduais", afirmou Castro.

Segundo o governo do Estado, haverá intervenções em dez encostas em Teresópolis e Nova Friburgo.

O governador também participou do lançamento das ações de limpeza e desassoreamento dos rios Paquequer, Príncipe e Córrego Imbuí, que integram o Projeto Limpa Rio. A ponte que cruza o terceiro rio será duplicada para facilitar o acesso da população aos bairros Posse e Caleme, em Teresópolis.

Além disso, Cláudio Castro deu início simbólico à demolição de um prédio no bairro da Posse. No local, será construído um reservatório para armazenamento de águas das chuvas.

O governador afirmou que o encontro com famílias vítimas da tragédia foi essencial para se ter um panorama das principais necessidades estruturais das cidades da região Serrana.

"No encontro com os 23 representantes de associação de moradores e vítimas da tragédia, pude ter um panorama das principais necessidades. Viemos aqui para ouvir a população e também anunciar o trabalho para garantir a segurança de todos, principalmente durante esse período de chuvas de verão", disse o governador.

Em dezembro, o governo do Rio anunciou um plano de contingência para o verão com objetivo de divulgar os protocolos adotados para dar uma rápida resposta às emergências causadas pelas chuvas intensas.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Thiago Calil

Últimas