Caso Henry

Rio de Janeiro Henry: Denúncia de regalias a casal leva à troca de direção de presídio

Henry: Denúncia de regalias a casal leva à troca de direção de presídio

Dr. Jairinho e Monique Medeiros teriam tido acesso a celulares e alimentação diferenciada no presídio de Benfica

  • Rio de Janeiro | Victor Tozo, do R7*

Jairinho e Monique teriam privilégios em passagem por Benfica

Jairinho e Monique teriam privilégios em passagem por Benfica

Reprodução/Record TV

A direção do presídio Frederico Marques, em Benfica, zona norte do Rio, foi trocada após denúncias de privilégios concedidos a Monique e Dr. Jairinho, investigados pela morte de Henry Borel, durante a permanência do casal na unidade, porta de entrada para o sistema prisional fluminense.

A Seap (Secretaria de Administração Penitenciária) informou, em nota, que a direção do presídio pediu para ser substituída após discordar das denúncias . A pasta afirmou que todas as imagens da unidade foram enviadas ao MP.

Segundo informações da Record TV, o secretário Municipal de Administração Penitenciária, Raphael Montenegro, afirmou que o diretor pediu exoneração do cargo e levou toda sua equipe ao tomar conhecimento da suspeita.

De acordo com a denúncia, Monique e Jairinho tiveram acesso a telefones celulares e teriam se alimentado com comida diferenciada de outros detentos, a mesma fornecida para a direção do presídio.

A mãe e o padrasto de Henry deram entrada na unidade no dia 8 de março, quando foram presos temporariamente por atrapalharem as investigações da morte de Henry, pela qual são considerados os principais suspeitos.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira 

Últimas