febre amarela

Homem morre vítima de febre amarela em Teresópolis

RJ tem dois casos confrimados pela Secretaria Estadual de Saúde

Homem morre vítima de febre amarela em Teresópolis

SES pede às prefeituras que intensifiquem a vacinação

SES pede às prefeituras que intensifiquem a vacinação

Newton Menezes/ Futura Press/Estadão Conteúdo

Dois casos de febre amarela foram registrados no Estado do Rio. Segundo a SES (Secretaria de Estado de Saúde), uma das vítimas, um morador de Teresópolis, na Região Serrana, morreu.  Outro paciente do município de Valença, no Sul do Estado, está internado. Os casos foram confirmados nesta quinta-feira (11) após exames laboratoriais realizados pela Fiocruz.

Os nomes das vítimas não foram divulgados.

Em nota, a SES afirmou que a cobertura vacinal nos municípios de Teresópolis e Valença é superior a 80%. No entanto, já foi  disponibilizado doses suficientes para vacinar 100% da população das duas cidades. A secretaria recomendou às prefeituras que intensifiquem a vacinação, especialmente nas áreas de mata.

Em 2017, o Estado do Rio iniciou a criação de cinturões de bloqueio, recomendando a vacinação contra a febre amarela principalmente em municípios de divisa com Espírito Santo e Minas Gerais. Em julho, todos os 92 municípios foram incluídos na área de recomendação da vacina e a campanha de vacinação permanece.

Os casos registrados até agora são do tipo silvestre, transmitido pelas espécies de mosquito Haemagogus e Sabeths, presentes em áreas de mata. Não há registro da forma urbana da doença, transmitida pelo Aedes aegypti, desde 1942 no país.

    Access log