INSS adia retorno de atendimento presencial no Rio

A decisão foi definida após informações de que um número reduzido de agências cumpriria todos os requisitos estabelecidos até o dia 13 de julho

Data inicial de retorno seria no dia 13 de julho

Data inicial de retorno seria no dia 13 de julho

Adriana Toffetii/ESTADÃO CONTEÚDO.03/07/2020

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) anunciou nesta quarta-feira (8) o adiamento da reabertura das agências para o dia 3 de agosto. O atendimento por meio de canais remotos vai continuar após o retorno do funcionamento presencial.

Veja também: Flávio Bolsonaro presta depoimento em investigação sobre 'rachadinha'

A decisão foi definida por dirigentes da secretaria especial de previdência e trabalho e do INSS após informações de que um número reduzido de agências cumpriria todos os requisitos estabelecidos até a data anteriormente prevista, no dia 13 de julho.

De acordo com o instituto, as agências ficarão abertas de forma parcial, com seis horas contínuas e exclusivo para segurados e beneficiários com prévio agendamento pelos canais remotos. Além disso, vão ser retomados os serviços que não possam ser realizados a distância, como perícias médicas, avaliação social e reabilitação profissional.

A reabertura gradual e segura irá considerar as especificidades de cada uma das 1.525 agências da previdência social do país. 

Cada unidade deverá avaliar o perfil do quadro de servidores e contratados, além do volume de atendimentos realizados, organização do espaço físico, medidas de limpeza e equipamentos de proteção individual e coletiva.

Além disso, o INSS irá disponibilizar um painel eletrônico com informações sobre o funcionamento das agências, os serviços oferecidos e o horário.

*Sob supervisão de Celso Fonseca