Rio de Janeiro Juízes do Rio de Janeiro são alvo de operação do Ministério Público

Juízes do Rio de Janeiro são alvo de operação do Ministério Público

Ação cumpre 22 mandados de busca e apreensão nas residências de dois juízes; investigação do órgão especial do Tribunal de Justiça é sigilosa

Dois juízes são alvos de operação do MP-RJ

Dois juízes são alvos de operação do MP-RJ

Reprodução Facebook

Uma operação deflagrada na manhã desta sexta-feira (24) cumpre 22 mandados de busca e apreensão nas residências de dois juízes estaduais do Rio de Janeiro e de endereços ligados a outros 16 alvos, como empresas e escritórios de advocacia.

RJ: Wilson Witzel decide manter isolamento social no estado

A Operação Erga Omnes, do Gaocrim/MP-RJ (Grupo de Atuação Originária Criminal do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro) e da Corregedoria-Geral do TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro), conta com apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco/MPRJ) e da Coordenadoria de Segurança e Inteligência  (CSI/MPRJ).

Os mandados integram uma investigação sigilosa, em curso no órgão especial do Tribunal de Justiça do Estado, para apurar a prática de delitos atribuídos aos magistrados. Participam da operação 19 promotores de Justiça, três juízes da Corregedoria do TJRJ e 17 oficiais de Justiça.

Últimas