Rio de Janeiro Mãe de rapper morto na Coroa desabafa: "a falência da segurança está acabando com o nosso povo"

Mãe de rapper morto na Coroa desabafa: "a falência da segurança está acabando com o nosso povo"

Diego foi assassinado na madrugada do Dia das Mães

Nilce lamenta a morte do filho

Nilce lamenta a morte do filho

Uanderson Fernandes / Agência O Dia

A mãe do do cantor de rap Diego Rodrigues Luniere, de 22 anos, morto durante um tiroteio no morro da Coroa, desabafou no velório do filho. Para Nilce Rodrigues, a falha na segurança pública é responsável pela morte do rapper e outras mortes em comunidades cariocas.

— É a falência da segurança pública que está matando o nosso povo, matando a nossa terra, acabando com a alegria de viver de todos.

Nilce lamenta que seu filho tenha sido vítima de um tiroteio entre facções rivais, já que ele foi criado na comunidade.

—Eu fui criada e criei meus filhos ali. Há três anos morávamos em São Gonçalo [região metropolitana do Rio], mas o pai dele continua morando na comunidade. Meu filho tinho aquilo ali como uma casa, um berço.

Diego foi assassinado na madrugada do Dia das Mães. Para Nilce, a data não será mais esquecida.

— Foi o Dia das Mães que eu não tive. Não pude abraçar meu filho porque ele não chegou a tempo. É muita dor, só resta o consolo da família e dos amigos. Foi uma vida ceifada que deixou muita saudade em todos nós.

Relembre o caso

O corpo de Diego Rodrigues Luniere, de 22 anos, foi sepultado no Cemitério São João Batista, em Botafogo, na zona sul do Rio, nesta segunda-feira (11). O jovem foi atingido por uma bala perdida durante um tiroteio no Morro da Coroa, em Santa Teresa, no último domingo (10).

Ao todo, seis pessoas morreram e cinco ficaram feridas durante confrontos entre facções rivais e entre PMs e traficantes na região, no fim de semana.

Apesar das comunidades contarem com UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora), traficantes do Fallet/Fogueteiro invadiram o Morro da Coroa.

A Polícia Civil investiga se o traficante Ricardo Chaves de Castro Lima, conhecido como Fú da Mineira, comandou a invasão ao Morro da Coroa.

Assista ao vídeo:

Últimas