Rio de Janeiro Mais de 70 animais silvestres são apreendidos em Belford Roxo, na Baixada Fluminense

Mais de 70 animais silvestres são apreendidos em Belford Roxo, na Baixada Fluminense

Entre eles, estão: pássaros, capivaras e tartarugas silvestres

Uma pessoa fugiu quando os policiais chegaram ao local

Uma pessoa fugiu quando os policiais chegaram ao local

Divulgação

A Polícia Ambiental do Batalhão da Polícia Militar (39º BPM) apreendeu 76 animais silvestres em Belford Roxo, na baixada. Segundo denúncias, o proprietário José Marinho Filho, de 46 anos, seria o maior traficante de animais silvestres em Belford Roxo e também um dos abastecedores de animais ilegais para feiras de Areia Branca e de Duque de Caxias, na baixada. Entre os bichos estavam: gaviões, tartarugas e pássaros em extinção. 

Os animais estavam presos em viveiros em uma casa que fica na rua Sírio, no bairro Babi. Na operação, os policiais apreenderam: duas espingardas calíbre 28; duas armas de fabricação artesanal; oito catuchos; vários equipamentos para caça ilegal; sete papagaios; 20 pássaros ameaçados de extinção; cinco gaviões; oito patos silvestres (ameaçados de extinção);  21 tartarugas; uma coruja; oito lagartos; duas capivaras; quatro micos.

Uma pessoa fugiu quando os policiais chegaram ao local. Segundo a Polícia Ambiental, provavelmente os animais seriam vendidos em feiras livres. Os bichos serão encaminhados para o Cetas (Centro de Tratamento de Animais Silvestres) em Seropédica, na baixada.   

Últimas