Rio de Janeiro Menor suspeito de esfaquear ciclista tem 10 passagens pelo Degase; adolescente recebeu advertência

Menor suspeito de esfaquear ciclista tem 10 passagens pelo Degase; adolescente recebeu advertência

Adolescente nunca cumpriu medida socioeducativa de internação, de acordo com o Degase

Menor suspeito de esfaquear ciclista tem 10 passagens pelo Degase; adolescente recebeu advertência

O menor apreendido suspeito de esfaquear o médico Jaime Gold, na Lagoa, zona  sul do Rio, passou 10 vezes pelo Degase (Departamento Geral de Ações Socioeducativas). A maioria das internações foram provisórias. Em uma delas, o adolescente recebeu uma advertência. Ele nunca cumpriu medida socioeducativa de internação. As informações foram divulgadas pelo Degase nesta quinta-feira (21).

Das dez passagens pelo Degase, o adolescente cumpriu duas medidas de semiliberdade. A última vez que esteve numa das instituições foi em janeiro deste ano. 

O adolescente de 16 anos tem 15 anotações criminais, sendo cinco por crimes praticados com faca. Segundo a DH (Divisão de Homicídios), o menor teve a primeira anotação criminal aos 12 anos por roubo na Lagoa em 2010.

Segundo a polícia, o garoto atuava na região do Leblon e Ipanema, zona sul. Na manhã desta quinta-feira (21), ele foi apreendido na comunidade do Mandela, em Manguinhos, zona norte.

Gold, que foi esfaqueado enquanto pedalava na noite de terça-feira (19), foi sepultado na manhã desta quinta (21) no Cemitério Israelita do Caju, região portuária. Os pais e a filha do médico chegaram ao local, mas não quiseram falar com a imprensa. Abalada, a namorada de Gold também foi ao sepultamento.

O médico cardiologista foi encontrado próximo à curva do Calombo por pedestres que ajudaram no socorro e chamaram os bombeiros. Ele teria sido abordado por dois menores de idade armados com facas e foi ferido mesmo sem reagir. Segundo a DH, uma testemunha relatou que os adolescentes já chegaram esfaqueando a vítima.

A vítima levou três facadas no abdome. A bicicleta e documentos foram levados pelos suspeitos. Ele foi encaminhado o hospital, onde passou por uma cirurgia, mas não resistiu aos ferimentos.

No próximo domingo (24), uma passeata está programada para protestar contra a falta de segurança para os ciclistas e frequentadores da Lagoa Rodrigo de Freitas.