Morador da Rocinha morre durante confronto do Batalhão de Choque e traficantes

Tiroteios ocorreram na madrugada desta sexta-feira (31)

Morador da Rocinha morre durante confronto do Batalhão de Choque e traficantes

Violência na Rocinha assustou moradores na madrugada de sexta

Violência na Rocinha assustou moradores na madrugada de sexta

Evelyn Moraes / R7 / Arquivo

Um morador da Rocinha, comunidade da zona sul do Rio, morreu baleado na madrugada desta sexta-feira (31) durante confronto de policiais do Batalhão de Choque e traficantes. A família de Edilson Rodrigues da Silva Cardoso, 33 anos, diz que ele foi atingido por bala perdida.

Segundo a Polícia Militar, os agentes do Choque faziam patrulhamento após denúncia sobre tráfico de drogas, quando perceberam a aproximação de um grupo. Três deles foram revistados, mas outros correram e atiraram na direção dos policiais.

A corporação informou que a vítima foi encontrada caída em um beco próximo à estrada da Gávea. Edilson foi socorrido e encaminhado para o Hospital Miguel Couto, mas não resistiu.

A DH (Divisão de Homicídios) está investigando a morte do morador. Em nota, a Polícia Civil informou que uma perícia foi realizada no local e as armas dos policiais foram apreendidas e encaminhadas para confronto balístico. Familiares da vítima já foram ouvidos. PMs e testemunhas prestam depoimento na unidade.

Tráfico de drogas

Policiais da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) Rocinha estavam em patrulhamento pela localidade conhecida como rua 2 quando suspeitaram de um homem e o abordaram.

Segundo a PM, Willan Robson Cabral, de 27 anos, também conhecido como Buzunga, estava com uma trouxinha de maconha, R$ 860 e anotações com descrições sobre drogas e valores. Ele foi encaminhado para a Delegacia do Leblon (14ª DP).

Assista à reportagem: