Rio de Janeiro Motorista foge após matar avó e netos em atropelamento no Rio

Motorista foge após matar avó e netos em atropelamento no Rio

Família voltava da igreja quando foi atingida por carro em alta velocidade; idosa de 60 anos e meninos de 4 e 7 anos morreram no local

atropelamento

Avó e netos morreram no local

Avó e netos morreram no local

Reprodução RecordTV

Três pessoas da mesma família foram mortas em um atropelamento na estrada do Catonho, no bairro Jardim Sulacap, na zona oeste do Rio de Janeiro. O motorista fugiu sem prestar socorro às vítimas.

Segundo testemunhas, na noite da última quinta-feira (13), Miriam Batista de Moura, de 60 anos, e seus netos Caio e Rafael, de 4 e 7 anos, estavam atravessando a via, na volta da igreja, quando foram atingidos por um carro que passava em alta velocidade. Os três morreram no local.

Próximo ao ponto onde aconteceu o acidente existe um radar eletrônico com limite de velocidade de 70km/h. As imagens da câmera do radar serão analisadas por policiais da 32ª DP (Taquara) na tentativa de identificar o carro e o motorista que atropelou a avó e os dois netos.

Na manhã desta sexta (14), moradores do bairro se reuniram em uma manifestação na via onde a família morreu. Uma faixa da estrada do Catonho, pista sentido Taquara, chegou a ser bloqueada pelos manifestantes por cerca de duas horas.

A CET-Rio (Companhia de Engenharia de Tráfego do Rio de Janeiro) informou que uma equipe técnica avalia como poderá ser reforçada a sinalização no local do atropelamento. A companhia considera refazer a pintura no chão, revisar as placas de trânsito e instalar um novo radar na região. 

*Estagiária do R7, sob supervisão de Odair Braz Jr.

    Access log