Caso Henry

Rio de Janeiro MP-RJ denuncia Dr. Jairinho por tortura contra filha de ex-namorada

MP-RJ denuncia Dr. Jairinho por tortura contra filha de ex-namorada

Preso pela morte do enteado Henry Borel, vereador ainda é investigado por agressão contra uma terceira criança

O MP-RJ (Ministério Público do Rio de Janeiro) denunciou à Justiça, na noite desta sexta-feira (30), o vereador Dr. Jairinho por tortura contra a filha de uma ex-namorada entre os anos de 2011 e 2012. 

Dr. Jairinho é investigado por crimes contra crianças

Dr. Jairinho é investigado por crimes contra crianças

Tânia Rêgo/Agência Brasil

O documento entregue à 2ª Vara Criminal de Bangu apontou que o parlamentar submeteu a menina, então com quatro anos, a intenso sofrimento físico e mental, como forma de castigo pessoal.

De acordo com a denúncia, durante o tempo em que se relacionou com a mãe da vítima, o vereador se aproveitou para, nas oportunidades em que se encontrava sozinho com a criança, torturá-la física e mentalmente.

“Tem-se que o denunciado batia com a cabeça da vítima contra diversos lugares, chutava e desferia socos contra a barriga da criança, além de afundá-la na piscina colocando seu pé sobre sua barriga, afogando-a, e de torcer seu braço”, ressaltou um trecho da denúncia.

O vereador, preso nas investigações da morte do enteado Henry Borel, também é acusado dizer à menina que ela atrapalhava a mãe e que a relação do casal seria mais fácil “sem ela no meio”, o que no entendimento dos investigadores demonstrava o ódio que o denunciado nutria pela criança.

Caso Dr. Jairinho ganhe liberdade, o MP-RJ pede que ele compareça mensalmente ao juízo, no prazo e nas condições fixadas pelo juiz, para justificar atividades, e que seja proibido de se aproximar e manter contato com a vítima e seus familiares, em especial, os parentes que são testemunha no processo. 

A defesa de Dr. Jairinho ainda não se manifestou sobre o caso. 

Ele ainda é investigado por agressões contra uma terceira criança, filho de outra ex-namorada. Em um dos episódios, o menino apareceu com a perna quebrada após sair com o vereador. Esta investigação está em andamento.

Últimas