Rio de Janeiro MP-RJ pede indenização de R$ 100 milhões a Edmar Santos

MP-RJ pede indenização de R$ 100 milhões a Edmar Santos

Investigação aponta que Santos e ex-subsecretários teriam superfaturado contratos de compras de medicamentos, produtos hospitalares e EPIs

  • Rio de Janeiro | Isabela Afonso, do R7*

MP-RJ aponta compras superfaturadas na gestão de Edmar

MP-RJ aponta compras superfaturadas na gestão de Edmar

Reprodução / Agência Brasil

O MP-RJ (Ministério Público do Rio de Janeiro) entrou, na terça-feira (29), com uma ação civil pública contra o ex-secretário de saúde Edmar Santos, entre outros, para que paguem uma indenização de R$ 100 milhões por prejuízos causados à população durante a pandemia.

Leia também: Covid-19: Rio autoriza retorno de música ao vivo em espaços de lazer

Na decisão, os dois ex-subsecretários da pasta, Gabriell Neves e Gustavo Borges, também foram citados. Os três são suspeitos de esquema de corrupção e improbidade administrativa.

O orgão relata que os agentes públicos realizaram fraudes e ilegalidades durante o período mais crítico da saúde no Estado. O que causou “uma desordem e confusão administrativa” na gestão da SES-RJ (Secretaria de Estado de Saúde).

Leia também: "Caso Flordelis parece roteiro de Hollywood", diz corregedor

A investigação do MP-RJ aponta que Santos e os dois ex-subsecretários teriam superfaturado contratos de compras de medicamentos, produtos hospitalares e equipamentos de proteção individual para pacientes diagnosticados com o novo coronavírus

Dos sete hospitais de campanha para o combate ao coronavírus que o estado prometeu montar, apensa dois saíram do papel. 

*Estagiária do R7, sob supervisão de Patrícia Junqueira

Últimas