MPF solicita dados sobre a abertura do comércio em Duque de Caxias 

Decreto publicado pela prefeitura que autoriza, além dos serviços, a circulação de pessoas no município, começou a valer na última segunda (25) 

Cidade 
tem 195 mortes registradas por covid-19

Cidade tem 195 mortes registradas por covid-19

Agência Brasil

O MPF (O Ministério Público Federal) solicitou à Prefeitura de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense do Rio, dados dos critérios técnicos e científicos que foram utilizados para reabrir o comércio e autorizar a circulação de pessoas no município.

Decreto feito pela administração de Duque de Caxias começou a funcionar na última segunda (25).

Segundo o procurador da República Julio José Araujo Junior, não há qualquer indício de que a pandemia tenha sido controlada na cidade. “A prefeitura alega uma suposta capacidade operacional do município em atender os casos de covid-19”, afirma Julio.

Leia também: Após atrasos, RJ inaugura segundo hospital de campanha nesta quarta

O pedido do MPF estende-se também à concessionária AGR-EYE, administradora dos cemitérios de Duque de Caxias, sobre as estimativas de mortes no município.

De acordo com os dados da  SES (Secretária de Saúde do Estado), a cidade é a segunda do estado com maior número de mortes por covid-19, 195 no total. 

*Estagiário do R7, sob supervisão de PH Rosa