Coronavírus

Rio de Janeiro Niterói anuncia acordo para compra de 1,1 mi de doses da Coronavac

Niterói anuncia acordo para compra de 1,1 mi de doses da Coronavac

Prefeitura disse ter investido R$ 57 milhões no projeto de vacinação contra o coronavírus, que tem previsão de início a partir de janeiro de 2021

  • Rio de Janeiro | Bruna Oliveira, do R7

A Prefeitura de Niterói, na Região Metropolitana do Rio, anunciou nesta quinta-feira (10) um acordo para o recebimento de 1,1 milhão de doses da vacina Coronavac a partir de janeiro de 2021.

Prefeito de Niterói assinou acordo com o Instituto Butantan

Prefeito de Niterói assinou acordo com o Instituto Butantan

Divulgação

O documento foi asssinado pelo prefeito Rodrigo Neves no Instituto Butantan, em São Paulo, que participou da produção do imunizante. 

A prefeitura confirmou ter investido R$ 57 milhões no projeto de vacinação contra o coronavírus para atender a toda população da cidade de mais de 500 mil habitantes.

Cronograma

Segundo o cronograma proposto ao Butantan e assinado pelo diretor institucional do Instituto, Raul Machado, 300 mil doses estariam disponíveis no fim de janeiro para profissionais de saúde e idosos, e outras 300 mil doses para o fim de fevereiro, distribuídas aos cidadãos com comorbidades e profissionais de educação.

Até maio, o município receberia mais 500 mil para o restante da população.

Testes

A Prefeitura de Niterói destacou ter sido a única cidade do Estado do Rio, entre as 12 do país, a testar a fase 3 da vacina Coronavac, em parceria com o Instituto Butantan e a Fiocruz.

Em nota, o município informou ainda que investiu recursos próprios para a aquisição da vacina, com o custo de 10 dólares por dose.

Últimas