Coronavírus

Rio de Janeiro Niterói suspende circulação de táxis entre cidades e reduz ônibus

Niterói suspende circulação de táxis entre cidades e reduz ônibus

Município da região metropolitana do Rio de Janeiro adotará medidas a partir do próximo sábado (4) até o dia 18 de abril em combate ao novo coronavírus

Agentes públicos fiscalizarão saídas da cidade

Agentes públicos fiscalizarão saídas da cidade

Reprodução

A Prefeitura de Niterói, região metropolitana do Rio de Janeiro, anunciou nesta quinta-feira (2) que proibirá a partir de sábado (4) a circulação de táxis entre cidades e reduzirá a frota de ônibus intermunicipais em 70%. A medida, para combater a proliferação do novo coronavírus, será válida até o dia 18 de abril.

Isolamento pode ter evitado 1000 mortes no RJ, aponta SES

De acordo com o poder executivo municipal, os ônibus intermunicipais no terminal João Goulart já sofreram uma redução de 55% nesta quinta. As medidas serão reavaliadas nos próximos dias junto com o número de casos da covid-19 em cidades no entorno de Niterói.

Equipes de forças públicas da cidade e agentes de trânsito do município farão bloqueios para fiscalizar a circulação dos veículos na cidade. A Prefeitura de Niterói destacou que caminhões que transportam carga não sofrerão restrições para entrega.

Ônibus intermunicipais com destino ao Rio de Janeiro não podem acessar a ponte Rio-Niterói desde o dia 21 de março. A medida é uma determinação do governador Wilson Witzel para também evitar a proliferação do novo coronavírus entre cidades da região metropolitana e a capital, que concentra o maior número de casos.

Suspeitos roubam carro e levam doações de alimentos no RJ

As barcas, que também ligam Niterói ao Rio de Janeiro, têm bloqueios na entrada das estações. Apenas pessoas que possuem trabalhos considerados essenciais, como policiais, médicos e atendentes de farmácia, podem utilizar o transporte.

*Estagiário do R7, sob supervisão Celso Fonseca

Últimas