Rio de Janeiro Pais de alunos do Cap-UFRJ fazem "aulão" em protesto contra adiamento de início de aulas

Pais de alunos do Cap-UFRJ fazem "aulão" em protesto contra adiamento de início de aulas

Adiamento ocorreu por falta de pagamento a funcionários de limpeza

Pais de alunos do Cap-UFRJ fazem "aulão" em protesto contra adiamento de início de aulas

Alunos fazem protesto no Cap-UFRJ

Alunos fazem protesto no Cap-UFRJ

Agência O Dia/Alessandro Buzas

Pais de alunos do Cap-UFRJ (Colégio de Aplicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro) promoveram na manhã desta terça-feira (10) um aulão para protestar contra o adiamento do início das aulas da escola. Segundo a Associação de Pais, Alunos e Amigos do Cap-UFRJ, as aulas do ensino fundamental deveriam ter começado no dia 9 de fevereiro e já foram adiadas três vezes.

Já as aulas do ensino médio chegaram a começar no 26 de fevereiro, mas foram suspensas na última sexta-feira (6). Agora, a previsão é que as aulas sejam iniciadas, no caso do ensino fundamental, ou retomadas, no caso do ensino médio, na próxima segunda-feira (16).

Tanto o Cap quanto as próprias unidades de ensino superior da UFRJ estão sem aulas devido à falta de limpeza em suas dependências. O serviço é realizado, em parte das unidades, pela empresa Qualitécnica e foi interrompido por falta de pagamento da universidade. Mas, segundo a UFRJ, o serviço de limpeza deveria ser mantido mesmo sem o pagamento, já que o contrato prevê que a empresa trabalhe por até 90 dias sem o repasse de verbas.

Para Patricia Boueri, mãe de uma aluna da 4ª série do ensino fundamental, o atraso prejudica não só os alunos como as próprias famílias.

— As crianças estão prontas para vir para a aula, então elas ficam abatidas, chateadas. Elas perguntam: ‘adiou de novo? Por quê?’ E as famílias têm que mudar a rotina para dar conta da presença dessa criança em casa. São pessoas que têm enorme dificuldade porque pai e mãe trabalham, às vezes não têm outras pessoas da família no Rio.

O aulão está sendo ministrado por pais de alunos que também são professores. O tema do aulão é o manejo do lixo e o saneamento, temas que têm relação com o atual momento pelo qual passa a UFRJ.