Rio de Janeiro Paraquedista baleado na cabeça tem morte cerebral confirmada

Paraquedista baleado na cabeça tem morte cerebral confirmada

Militar foi baleado na última terça durante uma briga em um bar em Campo Grande; segundo testemunhas, filho de empresário seria o autor dos disparos

Morte militar

O paraquedista do Exército Fabrício Henrique Félix teve a morte cerebral confirmada pelo CML (Comando Militar do Leste) nesta quinta-feira (3). Ele foi baleado durante uma briga em um bar na avenida Bacaxá, em Campo Grande, na zona oeste do Rio, na madrugada da última terça (1º). 

Segundo testemunhas, o estabelecimento estava cheio quando o filho de um empresário conhecido na região disparou contra o militar. A vítima chegou a ser encaminhada para o Hospital Estadual Rocha Faria e depois transferida para o Hospital Central do Exército, em Benfica, zona norte do Rio.

As investigações estão a cargo da Delegacia de Campo Grande (35ª DP). Em nota, a Polícia Civil informou que os agentes estão analisando câmeras de segurança do estabelecimento para identificar o responsável pelos disparos. 

* Estagiária do R7, sob supervisão de PH Rosa

    Access log