Paraquedista baleado na cabeça tem morte cerebral confirmada

Militar foi baleado na última terça durante uma briga em um bar em Campo Grande; segundo testemunhas, filho de empresário seria o autor dos disparos

Morte militar

O paraquedista do Exército Fabrício Henrique Félix teve a morte cerebral confirmada pelo CML (Comando Militar do Leste) nesta quinta-feira (3). Ele foi baleado durante uma briga em um bar na avenida Bacaxá, em Campo Grande, na zona oeste do Rio, na madrugada da última terça (1º). 

Segundo testemunhas, o estabelecimento estava cheio quando o filho de um empresário conhecido na região disparou contra o militar. A vítima chegou a ser encaminhada para o Hospital Estadual Rocha Faria e depois transferida para o Hospital Central do Exército, em Benfica, zona norte do Rio.

As investigações estão a cargo da Delegacia de Campo Grande (35ª DP). Em nota, a Polícia Civil informou que os agentes estão analisando câmeras de segurança do estabelecimento para identificar o responsável pelos disparos. 

* Estagiária do R7, sob supervisão de PH Rosa

    Access log