Rio de Janeiro Passageiros do metrô do Rio já podem ir da Tijuca à Barra sem trocar de trem

Passageiros do metrô do Rio já podem ir da Tijuca à Barra sem trocar de trem

De acordo com a concessionária, trajeto entre Barra e centro passa a ser feito em 30 minutos

Passageiros do metrô do Rio já podem ir da Tijuca à Barra sem trocar de trem

Linha 4 foi inaugurada durante os Jogos Olímpicos

Linha 4 foi inaugurada durante os Jogos Olímpicos

Divulgação

Os passageiros do metrô no Rio poderão ir da Estação Uruguai, linha 1, na Tijuca, zona norte, até a Estação Jardim Oceânico, na Barra, linha 4, zona oeste, em meia hora, sem trocar de trem. Antes, os passageiros precisavam fazer a mudança de trens na Estação General Osório, Ipanema, zona sul, para ir para a Barra da Tijuca, zona oeste.

De acordo com a concessionária que administra o transporte, o tempo da viagem foi reduzido em 10 minutos. O trajeto entre a Barra e o centro passa a ser feito em 30 minutos.

O trajeto da linha 4 vai da estação Jardim Oceânico até a General Osório, enquanto a linha 1 vai da General Osório até a Uruguai. A linha 2 começa na estação Botafogo, na zona sul, e vai até a estação Pavuna, na zona norte.

Os intervalos entre os trens da linha 4 serão reduzidos para quatro minutos e 30 segundos, nos horários de maior movimento de passageiros. Com a integração, os intervalos entre os trens foram reduzidos em dois minutos.

Inauguração linha 4

A linha 4 do metrô iniciou sua operação durante os Jogos Olímpicos, exclusivamente para os participantes do evento, e foi aberta ao público de maneira ampla em setembro do ano passado com funcionamento de segunda a sexta-feira, das 6h às 21h. Em novembro, passou a operar aos sábados e, em dezembro, de segunda-feira a sábado, das 5h à meia-noite, e aos domingos e feriados, das 7h às 23h, tendo na Estação General Osório o ponto de transferência.

Para a trabalhadora doméstica Beatriz Souza, que mora em Campo Grande, zona oeste, e trabalha na Tijuca, a mudança representa mais alguns minutos de sono pela manhã. "Vou poder dormir até mais tarde. Em vez de acordar às 4h, já posso colocar o despertador para 4h10", brincou ela. "Só de não precisar trocar de trem já é um conforto. Melhor ainda vai ser quando construírem uma estação em Campo Grande", completou.

    Access log