Rio de Janeiro 'Pesadelo', diz jovem que sofreu violência sexual na Sapucaí

'Pesadelo', diz jovem que sofreu violência sexual na Sapucaí

Caso está sendo investigado pela Polícia Civil como estupro e segue em sigilo; jovem fez retrato falado de suspeito na delegacia

Ingrid diz que ainda sente dores na garganta por causa das agressões que sofreu

Ingrid diz que ainda sente dores na garganta por causa das agressões que sofreu

Reprodução

A jovem Ingrid Munk, de 25 anos, denunciou ter sofrido um estupro e agressões durante o Desfile das Campeãs, no último sábado (30), no Sambódromo do Rio.

“É um trauma, uma decepção, um sonho que virou pesadelo”, disse.

Segundo ela, o crime aconteceu próximo ao primeiro recuo de bateria. A jovem diz que estava em um camarote, mas resolveu descer para ver os ritmistas de perto. Logo em seguida, foi levada para uma área atrás das arquibancadas onde um homem a teria violentado.

“Como eu ia imaginar que alguém ia me puxar com força e me empurrar para uma grade e ainda vir para cima de mim? Fui assediada, tive minhas partes íntimas totalmente violadas.”

Após o crime, a jovem ficou com marcas e hematomas pelo corpo. Em entrevista à Record TV Rio, Ingrid disse que não conseguia comer por causa das dores no pescoço.

Ingrid ficou com hematomas e marcas pelo corpo

Ingrid ficou com hematomas e marcas pelo corpo

Reprodução/Record TV Rio

“Ainda sinto dores na garganta. Pânico, sensação de pânico, coração acelera, você quer chorar…”

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil como estupro e segue em sigilo. De acordo com o boletim de ocorrência obtido pela Record TV Rio, a jovem disse que o suspeito estava com uma camisa azul com branco, um cordão com crachá e calça jeans. Ela também deixou um retrato falado na delegacia.

Últimas