Rio de Janeiro PF apura esquema de R$ 700 mi em lavagem de dinheiro do tráfico

PF apura esquema de R$ 700 mi em lavagem de dinheiro do tráfico

Segundo a polícia, foram sequestrados R$ 30 milhões e interditadas seis empresas. Até R$ 225 milhões podem ser bloqueados 

Operação é um desdobramento da Operação Rei do Crime

Operação é um desdobramento da Operação Rei do Crime

Divulgação/Polícia Federal

A Polícia Federal realizou nesta segunda-feira (3) uma operação contra um esquema de lavagem de dinheiro do tráfico de drogas que, segundo as investigações, teria movimentado R$ 700 milhões.

De acordo com a polícia, foram sequestrados R$ 30 milhões e interditadas seis empresas. Podem ser bloqueados até R$ 225 milhões em contas bancárias, imóveis e veículos.

Além da busca por bens e dinheiro, estão sendo cumpridos cinco mandados de prisão e 22 de busca e apreensão em São Paulo, Tietê (SP), Guarujá (SP), Rio de Janeiro e Brasília. A investigação tramita na 6ª Vara Criminal Federal de São Paulo.

A Operação Tempestade, como é chamada a ação de hoje, é um desdobramento da Operação Rei do Crime e conta com informações fornecidas pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras, que identificou movimentações de dinheiro atípicas.

Segundo a polícia, o esquema usava empresas fictícias para fazer depósitos em uma instituição financeira de fachada para possibilitar saques em espécie em benefício de pessoas suspeitas de envolvimento com atividades ilegais.

Últimas