Operação Lava Jato

Rio de Janeiro PF cumpre três mandados em desdobramento da Lava Jato no RJ

PF cumpre três mandados em desdobramento da Lava Jato no RJ

Agentes fazem busca e apreensão em um endereço na capital fluminense e em dois locais no município de Paraíba do Sul, na Região Serrana do Estado

Ação cumpre mandados na capital e interior do RJ

Ação cumpre mandados na capital e interior do RJ

Imagem de Arquivo/Agência Brasil/ 17.04.2019

A Polícia Federal cumpre na manhã desta quinta-feira (30) três mandados de busca e apreensão em endereços na capital fluminense e no município de Paraíba do Sul, na Região Serrana. As ações são um desdobramento da operação Ponto Final, da Lava Jato.

De acordo com a Polícia Federal, um dos investigados da ação mantém conta ativa em uma instituição financeira na Holanda. Ainda segundo os investigadores, os valores presentes nesta conta foram obtidos a partir de propina obtida no setor de transportes públicos do Rio de Janeiro.

Em nota, a PF declarou mandados de busca e apreensão foram expedidos pela 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro. Não há informações sobre prisões durante a ação.

Operação Ponto Final

A Operação Ponto Final foi deflagrada em junho de 2017 e revelou que o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral havia recebido R$ 122,8 milhões em propinas de empresas de ônibus entre 2010 e 2016. Ainda segundo as investigações, o esquema teria gerado cerca de R$ 260 milhões a políticos e agentes públicos.

Leilão vende por R$ 4,6 mi pedras preciosas e barras de ouro de Cabral

Outros nomes também ficaram conhecidos após serem presos nesta operação, como Jacob Barata, conhecido como rei do ônibus do RJ, o presidente da Fetranspor na época, Lélis Teixeira, e o ex-presidente do Detro Rogério Onfre, que seria responsável por fiscalizar o setor.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Raphael Hakime

Últimas