Rio de Janeiro PF prende mulher de Nem e 5 PMs da UPP Rocinha suspeitos de fornecer armas e drogas para Menor P

PF prende mulher de Nem e 5 PMs da UPP Rocinha suspeitos de fornecer armas e drogas para Menor P

Um policial foi preso em serviço e os outros em casa

Danúbia e Nem viviam vida de luxo antes da prisão do traficante de drogas, hoje detido em Campo Grande

Danúbia e Nem viviam vida de luxo antes da prisão do traficante de drogas, hoje detido em Campo Grande

Reprodução/Rede Record

Uma operação da Polícia Federal, com apoio da Corregedoria da Polícia Militar, prendeu cinco PMs da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) da Rocinha, zona sul do Rio, na manhã desta segunda-feira (31). O esquema foi flagrado em escutas telefônicas.

A mulher do traficante Nem, Danúbia de Souza Rangel, também foi presa em casa, em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Ela seria responsável, segundo a PF, por repassar as orientações do chefe do bando aos demais membros da quadrilha na comunidade. Ex-chefe do tráfico na Rocinha, Nem está preso no presídio federal de Campo Grande.   A Delegacia de Repressão a Entorpecentes da PF (DRE), responsável pela Operação, já está tomando as providências para solicitar transferência dela para o Rio de Janeiro.

Os PMs são suspeitos de passar armas e drogas à quadrilha do traficante Menor P, chefe do movimento de drogas em 11 favelas do Complexo da Maré, que foi preso na semana passada. O conjunto de favelas foi ocupado pelas forças de segurança na madrugada de domingo (31).

Um dos policiais foi preso em serviço, na Rocinha, e o restante em suas casas, em Campo Grande, Santa Cruz, Nova Iguaçu e Copacabana.

Os cinco suspeitos serão levados ao BEP (Batalhão Especial Prisional), em Benfica, na zona norte.

Últimas