Rio de Janeiro PF prende um dos mais procurados traficantes de animais do mundo

PF prende um dos mais procurados traficantes de animais do mundo

Prisão de Kyrill Kravchenko ocorreu em junho, mas 1ª Vara Federal de Guarulhos só autorizou divulgação da operação nesta quarta

Agência Estado
Prisão ocorreu em junho

Prisão ocorreu em junho

Marcelo Camargo/Agência Brasil

Em uma ação conjunta com o Ibama, a Polícia Rodoviária Federal e a Interpol, a Polícia Federal prendeu Kyrill Kravchenko, apontado como um dos maiores traficantes de animais e plantas do mundo. O biólogo russo, segundo a PF, integra uma complexa rede internacional de tráfico de animais silvestres e teve o passaporte apreendido.

Kravchenko foi alvo da Operação Leshy, aberta no mês passado. O juízo da 1ª Vara Federal de Guarulhos, no entanto, só autorizou a divulgação dos detalhes da ofensiva nesta quarta-feira (14). Segundo a PF, o nome da operação, faz alusão a um deus da mitologia eslava, protetor das florestas e dos animais selvagens.

"No folclore eslavo, acredita-se que Leshy seja trapaceiro e confunda os viajantes que adentram as florestas para caçar os animais. No Brasil, ele pode ser considerado semelhante ao Curupira e ao Caipora", explicou a corporação.

O biólogo já foi preso ao menos outras três vezes: com animais silvestres nativos do Brasil, em 2017, no aeroporto de Amsterdã, na Holanda; e duas vezes neste ano, no aeroporto de Guarulhos, em janeiro, e no Rio de Janeiro, em junho; sempre com grandes quantidades de lagartos, aranhas, sapos, cobras e insetos.

De acordo com os investigadores, a rede internacional de tráfico de animais silvestres da qual Kravchenko faz parte tem ocorrências registradas na Alemanha, República Tcheca, Polônia, Itália, Espanha, Finlândia, Bielo-Rússia, Madagascar, Emirados Árabes Unidos, África do Sul, Nova Zelândia, Austrália, Japão, México, Argentina, Equador, Brasil, Rússia, além de países do sudeste asiático.

Os investigadores suspeitam que a 'atividade criminosa' do biólogo foi mantida através do envio de animais por via postal, o que será apurado.

De acordo com a PF, entre os animais traficados pelo biólogo estavam até espécies ameaçadas de extinção.

Últimas