Rio de Janeiro Polícia apreende bolsas e joias falsas avaliadas em R$ 3 mi no Rio

Polícia apreende bolsas e joias falsas avaliadas em R$ 3 mi no Rio

Materiais estavam em pontos de venda em bairros nobres, como Leblon, Ipanema, Copacabana, Botafogo e Barra

  • Rio de Janeiro | Mariene Lino, do R7*

Agentes da DRCPIM (Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Propriedade Imaterial) apreenderam nesta quarta-feira (10) bolsas e joias de grifes internacionais falsificadas em lojas nos bairros nobres Leblon, Ipanema, Copacabana, Botafogo e Barra da Tijuca, nas zonas sul e oeste do Rio de Janeiro. As apreensões ocorreram no âmbito da operação Huc, palavra que significa "em qualquer lugar" em latim.

Bolsas e joias falsificadas foram apreendidas

Bolsas e joias falsificadas foram apreendidas

Reprodução

Segundo a Polícia Civil, o valor estimado de venda dos materiais é de R$ 3 milhões. As investigações apuraram que objetos que custam, originalmente, entre R$ 3 mil e R$ 30 mil eram vendidos a R$ 300, por exemplo.

A polícia informou que os gerentes dos estabelecimentos foram levados à delegacia e vão responder por venda de produtos falsos e venda com intenção de enganar o consumidor. Somadas, as penas chegam a quatro anos de detenção.

Além disso, o dono da rede de lojas vai ser indiciado pelos mesmos crimes e responderá em liberdade.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Odair Braz Jr.

Últimas