Rio de Janeiro Polícia Civil faz ação contra quadrilha de estelionatários 

Polícia Civil faz ação contra quadrilha de estelionatários 

Criminosos utilizavam cooperativa para obter lucros financeiros indevidos através de esquema de pirâmide 

A Polícia Civil realizou uma operação, nesta quarta-feira (29), para cumprir de 12 mandados de prisão contra uma quadrilha de estelionatários. A ação foi realizada no centro e na zona norte da capital, em Niterói e municípios da Baixada Fluminense.

Ação foi realizada pela DDEF

Ação foi realizada pela DDEF

Divulgação/Polícia Civil

A operação de agentes da DDEF (Delegacia de Defraudações) teve como alvos criminosos envolvidos em um esquema que enganava pessoas que buscavam a aquisição de veículos.

Segundo as investigações, os bandidos utilizavam uma cooperativa para obter lucros financeiros indevidos. Eles se comprometiam a entregar carros aos consorciados, mas não cumpriam a promessa.

A quadrilha utilizou uma enorme estrutura logística, que aparentava solidez e segurança ao negócio contratado, para impressionar os futuros consorciados. A cooperativa contava com salas em grandes shoppings centers.

Os agentes apuraram que se tratava de um esquema de pirâmide: “Um esquema de pirâmide, no qual os novos recursos pagavam os automóveis de alguns consorciados anteriores, mas, como toda pirâmide, nem sempre a conta fechava”, informou, em nota, a Polícia Civil.

As vítimas tiveram grandes prejuízos financeiros. Segundo a polícia, elas confirmaram que faziam pagamentos iniciais de milhares de reais para ingressar no consórcio com intuito de obter o automóvel desejado.

Os criminosos noticiavam que aceitavam pessoas com CPF negativado e com restrições de compra de créditos para aumentar o número de vítimas.

Os envolvidos serão indiciados estelionato, associação criminosa e crime contra a economia popular. A investigação foi desmembrada e terá prosseguimento em relação a outras empresas envolvidas no esquema fraudulento, em outros segmentos de atuação.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Odair Braz Jr.

Últimas