Rio de Janeiro Polícia faz nova operação para encontrar traficante resgatado de hospital no Rio

Polícia faz nova operação para encontrar traficante resgatado de hospital no Rio

Na terça-feira, cinco suspeitos morreram durante buscas na comunidade do Rola

Recompensa por informações sobre Fat Family é de R$ 3 mil

Recompensa por informações sobre Fat Family é de R$ 3 mil

Reprodução

A Polícia Militar segue realizando, nesta quinta-feira (23), a megaoperação em busca de suspeitos de resgatar o traficante Fat Family do Hospital Souza Aguiar, no último domingo (19). Ele também é procurado. Segundo a corporação, ao menos 30 batalhões de polícia estão atuando em comunidades de toda a região metropolitana chefiadas pela mesma facção criminosa de Nicolas Labre Pereira de Jesus.

Na quarta-feira (22), a megaoperação deixou ao menos cinco mortos na comunidade do Rola, em Santa Cruz, zona oeste do Rio. Segundo informações do batalhão do bairro (27º BPM), houve confronto no início da ação e os suspeitos foram baleados.

O coronel Oderlei dos Santos, relações públicas da PM, fez um balanço das operações realizadas pela corporação em toda região metropolitana em busca de Fat Family. Segundo ele, desde segunda-feira (20) até as 12h de quarta, 70 suspeitos foram presos e 221 veículos em situação irregular foram apreendidos. Além disso, 2 t de drogas e 26 armas foram encontradas. O coronel disse que as operações seguem por período indeterminado.

Chefões de facção transferidos

Por volta das 7h30, foi iniciada a transferência de 15 presos da facção criminosa do traficante Nicolas Labre Pereira de Jesus, o Fat Family. Eles deixaram o Complexo Penitenciário de Gericinó, zona oeste, sob forte esquema de segurança, em direção ao aeroporto do Galeão, na zona norte, de onde serão levados para quatro presídios federais.

Na terça-feira (21), a Justiça do Rio determinou a transferência desses presos para unidades prisionais fora do Estado do Rio de Janeiro. A decisão foi tomada após a invasão do hospital, que deixou um paciente morto e duas pessoas baleadas.

Últimas