Rio de Janeiro Polícia investiga denúncia de que diretora incentivou agressão contra criança de 6 anos em escola no Rio

Polícia investiga denúncia de que diretora incentivou agressão contra criança de 6 anos em escola no Rio

Pai do menino afirmou que descobriu o caso após o filho demonstrar que estava traumatizado e ter pesadelos

  • Rio de Janeiro | Do R7, com Diogo Menezes, da Record TV Rio

Polícia investiga vídeo no qual mulher estimula violência entre crianças

Polícia investiga vídeo no qual mulher estimula violência entre crianças

Record TV

Uma família denunciou a diretora de uma escola particular em Santa Teresa, no centro do Rio, por incentivar a agressão contra uma criança de 6 anos. O caso é investigado pela DCAV (Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima). 

A Record TV Rio teve acesso ao vídeo, gravado pela mulher, no qual são estimulados a violência e o ódio entre os alunos. O caso teria ocorrido na última sexta (23), no pátio da instituição, depois que o menino jogou um sapato em uma coleguinha. 

O pai da criança, João Martins, disse que o menino contou sobre as agressões após demonstrar que estava traumatizado e começar a ter pesadelos. 

"Meu filho cometeu um erro ao jogar um chinelo em uma coleguinha. Ao invés de ela [diretora] colocar ele de castigo, ela pegou os amigos e fez as crianças torturarem ele. Encurralaram o menino na parede. Meu filho ficou igual a um bicho acuado. E ela ficou vibrando, incentivando as crianças a humilhar meu filho. Para mim, é um absurdo. Ela devia proteger meu filho", disse João. 

De acordo com a família, a criança teria sido constrangida outras vezes durante as aulas. Inclusive, chegou a ser fechada em uma sala, sem permissão para ir ao banheiro. 

Além de ter procurado a delegacia, o pai acionou o Conselho Tutelar. O menino, que estudava há três anos no colégio particular, foi matriculado em uma unidade pública.

A equipe da Record TV Rio tentou falar com a diretora da escola, mas não conseguiu contato.

Últimas