Rio de Janeiro Polícia Militar do Rio decide que agentes da reserva poderão requisitar armas em batalhões

Polícia Militar do Rio decide que agentes da reserva poderão requisitar armas em batalhões

Para solicitarem equipamento, veteranos não podem ter impedimentos médicos ou psiquiátricos ou restrições judiciais 

PMs da reserva poderão solicitar armas

PMs da reserva poderão solicitar armas

Tânia Rego/Agência Brasil/ 27.12.2018

A Polícia Militar do Rio de Janeiro decidiu que agentes da reserva remunerada poderão requisitar armas nos batalhões da corporação, desde que não possuam restrições ao porte dos equipamentos.

Entre as condições impostas para a solicitação, o policial militar não pode apresentar impedimentos médicos, psicológicos ou psiquiátricos. Além disso, não deve possuir restrições administrativas ou judiciais ou estar cumprindo pena restritiva de liberdade.

A medida, de acordo com a corporação, tem o objetivo de proteger os veteranos da reserva. Os agentes interessados em acautelar a arma receberão uma pistola, até três carregadores e, no mínimo, 50 munições. 

Para manter o benefício, a cada quatro anos após o recebimento da cautela, o policial será convocado pela Diretoria de Veteranos e Pensionistas para passar por instrução de armamento e tiro e uma inspeção de saúde.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas