Novo Coronavírus

Rio de Janeiro Polícia pede prisão de MC Poze e outros 13 por bailes na pandemia

Polícia pede prisão de MC Poze e outros 13 por bailes na pandemia

Investigações apontam que eventos clandestinos ocorreram em comunidades do Rio sob controle de traficantes 

  • Rio de Janeiro | Ana Beatriz Araújo, do R7*

A Polícia Civil pediu, nesta terça-feira (2), a prisão de MC Poze do Rodo e outras 13 pessoas por realização de bailes funk durante o Carnaval em meio à pandemia da covid-19.

Eventos seriam comandados por traficantes

Eventos seriam comandados por traficantes

Reprodução/ Record TV Rio

De acordo com as investigações, os eventos clandestinos ocorreram em áreas abertas de comunidades do Rio, sob o controle de grupos criminosos e geram lucro para os traficantes. 

Desembargadores são alvo de fase da operação que afastou Witzel

Além disso, ainda segundo os investigadores, os MCs responsáveis por tocar nas festas cantam músicas que fazem apologia ao sexo, tráfico de drogas e ao uso de entorpecente. Essas canções são popularmente conhecidas como proibidões. 

Com isso, os artistas foram indiciados por pela prática dos crimes de infração de medida sanitária preventiva, epidemia e associação ao tráfico de drogas. Todos eles tiveram o pedido de prisão preventiva encaminhados à Justiça. 

Lista de indiciados por promoverem os eventos ilegais:

Comunidade do Jacarezinho - Evento: Carnaval do Jaca

-DJ Markinho do Jaca;
- Homem conhecido como Leo;
- DJ Denilson do Chapadão;
- Chico Bento, apontado como o líder da quadrilha de narcotraficantes da localidade.

Comunidade da Pedreira - Evento: Pedra Folia

- Homem conhecido como Junior;
- DJ Andrezinho da Divisa;
- DJ RD San;
- Coelho da Pedreira, apontado como o líder da quadrilha de narcotraficantes da localidade.

Comunidade do Castelar - Evento: Baile do Castelar Especial de Carnaval

- MC Poze do Rodo;
- Castro;
- Homem conhecido como Cem ou Piranha, apontado como o líder da quadrilha de narcotraficantes da localidade.

Comunidade de Acari - Evento: Acari Folia

- Negão da BL;
- Sampaio e Silva;
- Formigão, apontado como o líder da quadrilha de narcotraficantes da localidade.

*Estagiária do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas