Rio de Janeiro Polícia prende ex-namorado de jovem encontrada morta no RJ

Polícia prende ex-namorado de jovem encontrada morta no RJ

Segundo a DHBF, homem teria enforcado ex e escondido corpo em terreno vizinho. Atual namorada do suspeito também foi detida

  • Rio de Janeiro | Mariene Lino, do R7*

Após localizar o corpo da jovem Jeniffer Capela do Amaral, de 18 anos, na quinta-feira (4), a Polícia Civil confirmou que prendeu o ex-namorado da vítima e a atual companheira dele no bairro Piedade, em Magé, na Baixada Fluminense, por suspeita de envolvimento no assassinato.

Corpo de Jeniffer será enterrado em Magé

Corpo de Jeniffer será enterrado em Magé

Reprodução/Record TV Rio

Ao R7, um familiar da vítima já havia informado sobre a prisão e apontado a participação do suspeito no crime.

Jeniffer foi encontrada morta em um terreno ao lado da casa do ex. A jovem estava desaparecida desde 21 de janeiro após dizer que iria à casa de uma amiga. Ela embarcou em um carro de aplicativo por volta das 22h e não foi mais vista.

Leia também: Homem morre dentro de estação do BRT do Rio

De acordo com a polícia, Jeniffer e o ex estavam mantendo contato e haviam marcado de se encontrar no dia em que ela sumiu.

Na casa do suspeito, depois de uma discussão, ele teria enforcado e cortado e pescoço da jovem. Na manhã seguinte, enrolou o corpo em um edredom e enterrou em uma cova rasa em um terreno vizinho.

O suspeito chegou a afirmar que não falava com a vítima desde outubro do ano passado, quando terminaram o relacionamento. Porém, esta versão foi descartada pela polícia após a análise de mensagens de texto trocadas entre os dois.  

Segundo a Polícia Civil, o homem conversou com Jeniffer por mensagens e disse que havia terminado com a atual namorada. Em depoimento, ele contou que queria matar a ex porque rompeu dois relacionamentos após pressão dela. Além disso, o jovem não demonstrou arrependimento e disse que cometeria o assassinato de novo.

O homem também afirmou, de acordo com a polícia, que a atual namorada só soube do crime quando foi presa. Porém, diante de contradições em depoimentos anteriores, os agentes da DHBF (Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense) apuram se a mulher participou ou não do crime.

Leia também: Marinha acha 2 corpos que podem ser de amigos desaparecidos

O suspeito e a namorada estão sendo investigados por homicídio qualificado por feminicídio e ocultação de cadáver.

Segundo a família, o enterro de Jeniffer Capela será nesta sexta-feira (5) às 16h no cemitério de Raiz da Serra, em Magé.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas